Covid-19: Argentina exige quarentena e teste negativo para quem entrar no país

Justificativa é a contenção da pandemia de coronavírus
-Publicidade-
O presidente da Argentina, Alberto Fernández | Foto: JOKA MADRUGA/SITE DO PT
O presidente da Argentina, Alberto Fernández | Foto: JOKA MADRUGA/SITE DO PT | Alberto Fernández - Argentina - projeto de taxar grandes fortunas

Justificativa é a contenção da pandemia de coronavírus

Alberto Fernández, Argentina
O presidente da Argentina, Alberto Fernández, adotou novas medidas para quem quer visitar o país | Foto: Joka Madruga/Site do PT
-Publicidade-

A Argentina determinou a partir de sexta-feira 25 novos requisitos para a entrada e saída do país. Residentes e estrangeiros previamente autorizados poderão entrar apenas pelo aeroporto Ezeiza, o maior da região, ou pelo de San Fernando.

As exigências, que valerão até 8 de janeiro, incluem a apresentação de um teste PCR negativo e a realização de quarentena obrigatória de 7 dias, informou o Ministério do Interior.

No Porto de Buenos Aires só será autorizada a entrada de argentinos e moradores.

Leia também: “Presidente da Argentina estuda fechar fronteira com o Brasil”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comments

  1. Característica fundamental da esquerda é por restrições; ditar as regras.
    Não estão nem aí para o que o povo necessita e/ou pensa.
    Contanto que impondo restrições ditem as regras que lhes convenham, e possam segregar e dominar, excelente!

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site