Inglaterra: mesmo com Ômicron, ocupação de leitos com respiradores segue estável

País notificou primeiros casos com a nova cepa no fim de novembro
-Publicidade-
Letalidade da covid está em 1,1% na Inglaterra
Letalidade da covid está em 1,1% na Inglaterra | Foto: Eva Dang/Unsplash

Na quinta-feira 6, o número de pacientes hospitalizados em leitos com respiradores para lutar contra a covid-19 na Inglaterra estava 3% menor que em 27 de novembro. Há 41 dias, os dois primeiros casos da variante Ômicron foram notificados no país.

Ontem, de acordo com a contagem oficial, 762 doentes estavam internados em vagas com suporte mecânico para respiração para se tratar da covid-19 na Inglaterra. Em 27 de novembro, 787 ingleses estavam nessa condição.

A quantidade de pacientes nas acomodações com esse recurso não supera 800 desde 30 de novembro. Além disso, a ocupação está 80% menor que no pico: 3.736.

-Publicidade-

Contudo, as internações em todos os tipos de leitos, incluindo os de enfermaria, cresceram 174% no mesmo período. Elas saltaram de 5.804 mil para 16.658. Ainda assim, essa quantia chegou a ser duas vezes maior no pico, em 18 de janeiro do ano passado: 34.336

Covid-19 na Inglaterra

Desde que a pandemia teve início, 11,8 milhões de ingleses contraíram o coronavírus. Até ontem, 130 mil deles haviam morrido. Portanto, a taxa de letalidade na Inglaterra ficou em 1,1%.

As primeiras duas contaminações pela variante Ômicron na Inglaterra ocorreram nas cidades de Chelmsford e de Nottingham no final de novembro.

De lá para cá, foram registrados 3,3 milhões de novos casos e 4,2 mil mortos com a covid-19 na Inglaterra. A mortalidade com a nova cepa tem se mostrado menor que as demais.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.