Covid-19: letalidade e internação proporcional caem no Reino Unido

Oeste compilou dados fornecidos pelo governo britânico sobre a pandemia
-Publicidade-
Rua Oxford, Londres
Rua Oxford, Londres | Foto: Stephen Sweeney/Geograph Britain and Ireland

No Reino Unido, a recente elevação no número de casos de covid-19 não resultou em aumento em proporção similar de internações e mortes relacionadas à doença. Oeste compilou dados fornecidos pelo governo britânico que mostram o número de óbitos e de internações em proporção à quantidade de novos diagnósticos da doença.

Leia também: “A evolução da doença no Brasil e no mundo”, painel de Oeste sobre a pandemia

Na semana que terminou em 9 de janeiro deste ano, houve o maior registro semanal de casos de covid-19 (391.722). Neste mesmo período, a letalidade ficou em 16,4 para cada mil novos diagnósticos e o número de internações chegou a 72,8 em igual proporção.

-Publicidade-

Em 17 de julho, depois de uma redução abrupta na contagem de doentes, ocorreu o segundo maior registro semanal de contaminados (326.972). Nesse intervalo, houve uma morte para cada mil novos doentes e a quantidade de internados atingiu 15,3 na mesma proporção.

Outra diferença entre os dois períodos é a população com o ciclo vacinal completo contra a covid-19. Em 9 de janeiro, eram pouco mais de 2 milhões e, no dia 17 de julho, estava em 46,3 milhões.

 

 

 

 

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.