Covid-19: pico de casos em Israel não reflete em recorde de mortes

Os dados foram compilados por Oeste a partir de informações da Organização Mundial da Saúde
-Publicidade-
O pico de casos em Israel o correu depois do pico de mortes
O pico de casos em Israel o correu depois do pico de mortes | Foto: Reprodução/Flickr

Na semana que terminou em 4 de setembro, Israel teve o maior número de registros semanais de casos relacionados à covid-19 desde o início da pandemia. Ao todo, foram 68 mil novos diagnósticos. O recorde anterior ocorreu em 16 de janeiro (58 mil). Os dados foram compilados por Oeste a partir de informações da Organização Mundial da Saúde.

Leia também: “A evolução da doença no Brasil e no mundo”, painel de Oeste sobre a pandemia

-Publicidade-

Em relação às mortes, nos 14 dias seguintes a 16 de janeiro, o número semanal de óbitos subiu — diferente dos registros feitos depois de 4 de setembro, que caíram. Nas semanas que terminaram em 11 e 18 de setembro, os cálculos indicam, respectivamente, a contagem de 177 e 150 mortos. Em igual intervalo, foram registradas 361 mortes em 23 de janeiro e 396 no dia 30 do mesmo mês.

Segundo reportagem do jornal Jerusalem Post, neste momento “a maioria dos casos graves e hospitalizados tende a ser de pessoas idosas e/ou não vacinadas”. Os dados de vacinação em Israel disponibilizados pelo Our World in Data — site vinculado à Universidade de Oxford — mostram que em janeiro, quando houve o pico semanal de mortes, cerca de 3 milhões de israelenses estavam vacinados. Pouco mais da metade dos 5,5 milhões que havia completado o ciclo de imunização até 4 de setembro.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

    1. Tradução livre do título da matéria do periódico “negacionista” The Washington Post:
      “A imunidade natural ao Covid é poderosa. Formuladores de políticas parecem ter medo de dizer isso”.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.