Covid-19: taxa de contágio em sete dias bate recorde na Alemanha

Em alerta diante do aumento de casos, governo do país fala em 'pandemia dos não vacinados'
-Publicidade-
Alemanha enfrenta nova onda de contaminações pelo coronavírus
Alemanha enfrenta nova onda de contaminações pelo coronavírus | Foto: Reprodução/Redes sociais

Em estado de alerta diante do aumento de casos de covid-19 nas últimas semanas, a Alemanha atingiu nesta segunda-feira, 8, a mais alta taxa de infecção pela doença desde o início da pandemia. De acordo com as autoridades sanitárias do país, o índice de contágio acumulado dos últimos sete dias — que mede o número de casos por 100 mil habitantes — chegou a 201.

O recorde anterior, registrado em dezembro do ano passado, era de pouco mais de 197 casos por 100 mil habitantes, de acordo com o Instituto Robert Koch.

Até o momento, menos de 70% da população alemã está totalmente vacinada contra a covid-19, com as duas doses ou a dose única do imunizante. “Para os não vacinados, há um elevado risco de contágio nos próximos meses”, afirmou o diretor do Robert Koch, Lothar Wieler.

-Publicidade-

A situação mais crítica no país é no Estado da Saxônia, no qual a taxa de incidência ultrapassa os 491 por 100 mil habitantes, mais do que o dobro da média nacional.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.