Depois de festa, Noruega confirma 60 casos de covid

Até agora, pelo menos 17 são suspeitos de contaminação pela nova variante Ômicron
-Publicidade-
O governo norueguês anunciou uma série de restrições em Oslo e nas áreas próximas à capital
O governo norueguês anunciou uma série de restrições em Oslo e nas áreas próximas à capital | Foto: Hakon Mosvold Larsen/Reuters

Ao menos 17 pessoas que compareceram a uma festa em Oslo, capital da Noruega, são casos suspeitos da variante Ômicron da covid-19.

Segundo as autoridades norueguesas, mais da metade dos 100 participantes testou positivo para o coronavírus — todos estavam vacinados —, informou a prefeitura da cidade.

“Até agora, 60 pessoas testaram positivo nos exames de PCR, e quatro com os antígenos. Provavelmente, 17 com a variante Ômicron da covid”, afirmaram as autoridades de Oslo em um comunicado.

-Publicidade-

Entre 100 e 120 pessoas se reuniram na sexta-feira 26 para uma festa de confraternização de uma empresa. Um dos participantes viajou recentemente ao sul da África.

“Todos estavam vacinados e ninguém apresentava sintomas”, disse uma funcionária do departamento de saúde do município à agência de notícias AFP. “Tudo estava em ordem e nenhuma regra foi violada”, acrescentou.

Até o momento, nenhum dos participantes desenvolveu um quadro grave da doença. A maioria apresenta sintomas leves, como dor de cabeça, inflamação na garganta e tosse.

Na quinta-feira 2, depois da detecção do suposto foco de Ômicron, o governo norueguês anunciou uma série de restrições em Oslo e nas áreas próximas à capital.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

5 comentários Ver comentários

  1. Pergunto: A Revista Oeste entrou para o consórcio fúnebre da Globo. Noticiar festa de funcionários de empresa da Noruega, porque alguns na geladeira que é esse país ficaram com sintoma de gripe logo associada a covid, sendo em última análise casos leves e sem importância. Isso é notícia digna de divulgação nesta Revista que sempre considerei equilibrada e séria. Onde isso pode ter importancia num País Tropical em pleno verão. Se o estagiário que escreveu esta notícia não sabe, a covid tem atuações diferentes dependendo da temperatura.

      1. Só para constar um outro estagiário que atende por Artur Piva, numa reportagem de 02.12.21 12:40 relacionou o aumento de mortes na África do Sul ao ômicron, hoje desmentido pelo OMS. Estou relatando isso para dizer que estamos de saco cheio de torcedores do vírus.

    1. Eu achei ótimo que publiquem esta notícia, justamente no parágrafo que diz que “todos vacinados”, ou seja a revista colabora para mostrar o que sempre disse que a vacina não serve para nada em termos de contaminação. Pode servir (o que também desconfio) para que o quadro não se agrave chegando a óbito. Mas ai, é opção de cada um, pois quem não quer morrer toma a vacina, mas não enche o saco dos demais porque se não o fizerem, vão transmitir o virus….

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.