Ditadura chinesa ergue ‘centro de quarentena’

Local tem capacidade para abrigar quatro mil pessoas
-Publicidade-
Foto: Divulgação/Xinhua
Foto: Divulgação/Xinhua | Foto: Divulgação/Xinhua
ditadura chinesa ergue centro
Quartos terão camas, banheiros e Wi-Fi | Foto: Divulgação/Xinhua

O Partido Comunista da China está erguendo um “centro de quarentena” contra a covid-19 em Shijiazhuang, cidade a 300 quilômetros de Pequim. A megaconstrução é voltada àqueles que tiveram contato com infectados pelo patógeno. Segundo nota emitida pelo governo, trata-se de “um meio de barrar o avanço do coronavírus no país”. Com capacidade para abrigar quatro mil pessoas, as instalações vão ter banheiros, camas, WI-FI e ar condicionado. Veículos da mídia local garantem que o centro será concluído nos próximos dias em razão da velocidade do trabalho. A obra teve início em 13 de janeiro. Hoje, a China está em alerta máximo para uma possível nova onda de casos de coronavírus desencadeada pelo feriado do Ano Novo Lunar.

-Publicidade-

Leia também: “Cientista político responde a 5 perguntas sobre a China”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site