Eduardo Bolsonaro descarta ascensão da esquerda na América Latina

'É uma falsa ideia da realidade achar que estamos virando à esquerda por causa dos últimos resultados eleitorais', afirmou
-Publicidade-
Eduardo Bolsonaro e o presidente do partido espanhol Vox, Santiago Abascal
Eduardo Bolsonaro e o presidente do partido espanhol Vox, Santiago Abascal | Foto: Reprodução/YouTube

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) rechaçou a tese de que a esquerda vem ganhando força em diversos países da América Latina. Em entrevista ao programa Os Pingos nos Is, da Jovem Pan, nesta sexta-feira, 10, o filho do presidente Jair Bolsonaro disse que a narrativa de crescimento do socialismo na região é uma “falsa ideia da realidade”.

“A esquerda teve um domínio, principalmente com o Foro de São Paulo, grupo que elegeu diversos líderes no continente”, afirmou Eduardo. “Mas é uma falsa ideia da realidade achar que estamos virando à esquerda por causa dos últimos resultados eleitorais.”

Eduardo Bolsonaro citou os exemplos do deputado argentino conservador Javier Milei, fenômeno eleitoral na Argentina, que se elegeu deputado no país no último pleito, e de José Antonio Kast, líder da direita chilena, que disputa o segundo turno da eleição presidencial.

-Publicidade-

“Não vejo a esquerda tendo essa ascensão toda”, prosseguiu o deputado. “Ano que vem não será uma eleição fácil, mas creio que a esquerda não será vitoriosa”, completou Eduardo, referindo-se à provável polarização entre seu pai e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em 2022.

Espanha

Também participou da entrevista à Jovem Pan o presidente do partido espanhol Vox, de direita, Santiago Abascal. O líder político veio ao Brasil para se encontrar com o presidente Jair Bolsonaro e participar de eventos e debates sobre conservadorismo.

“Existe uma ditadura do politicamente correto. Não se podia falar sobre nada”, afirmou Abascal sobre a realidade da Espanha. “Havia uma direita covarde que não enfrentava a esquerda. Hoje, o Vox é o terceiro partido político da Espanha”, destacou.

“Pode-se enfrentar a esquerda sem temor. É possível criar uma alternativa”, finalizou Abascal.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.