El Salvador muda para a bitcoin em duas semanas

Presidente Nayib Bukele lança o (arriscado) plano no dia 7 de setembro
-Publicidade-
Foto: Reprodução/Mídias sociais
Foto: Reprodução/Mídias sociais

A pequena república de El Salvador vai ser o primeiro país do mundo a adotar a bitcoin como moeda nacional. Cada cidadão vai ganhar US$ 30 (aproximadamente R$ 150) ao adotar o e-wallet Chivo. A partir de 7 de setembro, El Salvador passa a ter duas moedas oficiais, o dólar americano e o Chivo (que quer dizer “cool”).

Leia também: Governo de El Salvador vai doar bitcoin à população

É um passo arriscado do jovem e ousado presidente Nayib Bukele, segundo o Wall Street Journal. Se a bitcoin oficial não for bem-sucedida, a população vai correr para o dólar, e não há como imprimir dinheiro numa economia dolarizada. O presidente Bukele declarou que a adoção da bitcoin vai atrair investimento estrangeiro. Além disso, a moeda virtual vai baratear a entrada e saída de dinheiro do país, um processo que custou US$ 6 bilhões no ano passado.

-Publicidade-

Leia também: Este homem é presidente de república

As maiores preocupações são com a possibilidade de um ataque especulativo e com a alta volatilidade do valor da bitcoin. Mas a experiência pode dar certo, e servir de exemplo a outras economias frágeis do mundo.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro