Eleições na Venezuela: chavistas matam um e deixam feridos

Testemunhas relataram presença de grupos paramilitares
-Publicidade-
O ditador da Venezuela, Nicolás Maduro | Foto: Reprodução/Redes Sociais
O ditador da Venezuela, Nicolás Maduro | Foto: Reprodução/Redes Sociais

Uma pessoa morreu e outras duas ficaram feridas durante um tiroteio em meio às eleições na Venezuela neste domingo, 21, em frente a um local de votação no município San Francisco. O país define hoje novos representantes.

Testemunhas relataram ao jornal La Verdad que os atiradores são aliados do ditador do país, Nicolás Maduro. Um grupo paramilitar, fortemente armado, chegou ao local em uma caminhonete e efetuou os disparos contra o povo.

Numa série de publicações no Twitter, a ONG Instituto Imprensa e Sociedade Venezuelana e o Sindicato dos Trabalhadores da Imprensa da Venezuela denunciaram intimidações à imprensa e proibição de acesso a locais de votação.

-Publicidade-

Segundo as entidades, pelo menos 16 portais de notícias seguem bloqueados pela estatal de telecomunicações Cantv e pela empresa Digitel. Nas eleições de hoje, serão eleitos 23 governadores, 335 prefeitos, 253 legisladores de conselhos legislativos e 2.471 vereadores.

Veja o tiroteio durante as eleições na Venezuela

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.