Eleitores dos EUA querem saber se podem mudar o voto

Mais de 92 milhões já compareceram às urnas antecipadamente; dúvida surge em Estados-pêndulo e reduto democrata
-Publicidade-
Os candidatos à Casa Branca, Joe Biden e Donald Trump | Foto: REPRODUÇÃO
Os candidatos à Casa Branca, Joe Biden e Donald Trump | Foto: REPRODUÇÃO | Os candidatos à Casa Branca, Joe Biden e Donald Trump | Foto: REPRODUÇÃO

Mais de 92 milhões já compareceram às urnas antecipadamente

ricos
Trump garante que a medida o favorece | Foto: Divulgação/Internet
-Publicidade-

Apesar de mais de 92 milhões de eleitores dos Estados Unidos já terem votado, alguns podem estar se perguntando sobre a possibilidade de trocar o candidato que escolheram. Pesquisas no Google em território norte-americano com a frase “posso mudar meu voto?” alcançaram o pico na terça-feira 27. Numa escala de 0 a 100, que a plataforma de buscas utiliza para mensurar o interesse dos internautas, a pergunta atingiu o número máximo. A dúvida foi expressiva em Delaware, reduto democrata e que deu a Joe Biden quatro mandatos ao Senado. O mesmo ocorreu em Estados-pêndulo — como são chamados os locais que têm peso para definir o resultado final —, como Maine, Pensilvânia, Flórida, Ohio, Michigan, Carolina do Norte, Iowa, Wisconsin e Arizona.

Leia também: “Trump x Biden, o que está em jogo”, artigo de Ana Paula Henkel publicado na edição n° 32 da Revista Oeste

Nos EUA, alguns locais permitem alterar o voto, mas com restrições. Em Nova York, por exemplo, se você enviou uma cédula de “ausente”, porém mudou de ideia, pode comparecer à zona eleitoral durante a votação antecipada, ou em 3 de novembro, e votar. Assim, a cédula de ausente é anulada e uma nova passa a valer. Também é possível escolher outro candidato em Michigan, Minnesota, New Hampshire, Wisconsin, entre outros. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, encorajou a prática ao alegar que a tendência o favorece: “[A pergunta] se refere à mudança de votos para mim. Na maioria dos Estados, você pode fazê-lo”. Os EUA escolherão o próximo presidente no dia 3 de novembro. E a disputa está acirrada entre o Partido Republicano e o Democrata.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comments

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site