Em Marselha, moradores improvisam carnaval em meio a pandemia

Ao menos uma rua da segunda maior cidade da França foi transformada em grande pista de dança
-Publicidade-
O ato desrespeita a determinação de não haver aglomerações na cidade
O ato desrespeita a determinação de não haver aglomerações na cidade | Foto: Divulgação/Redes Sociais

No domingo 21, ocorreu um carnaval improvisado em Marselha, na França. De acordo com a polícia local, 6.500 jovens participaram. O ato desrespeita a determinação de não haver aglomerações na cidade — medida estabelecida para conter o avanço da covid-19. Sete participantes foram presos.

O cortejo chegou a ser recebido com música por alguns moradores. Ao menos uma rua da segunda maior cidade da França foi transformada em uma grande pista de dança.

-Publicidade-

“É muito forte, é como uma catarse, todos estão ali, se encontrando”, descreveu um folião à RFI. “Um pouco como um dia de festa em que tudo é permitido.”

Autoridades locais reprovaram a conduta dos participantes. “A irresponsabilidade, a violência e a degradação cometidas pelos participantes são injustificáveis”, condenou Frédérique Camilleri, a chefe de polícia da região de Bouches-du-Rhône, onde Marselha está inserida.

Leia também: “Coronavírus não impede ‘Carnaval da China’”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.