Ações de empresa chinesa de máscaras sobem 417% com pandemia de coronavírus

Lucros saltaram no momento em que o país via crescer o número de infectados
-Publicidade-
. Foto: DIVULGAÇÃO/PIXABAY
. Foto: DIVULGAÇÃO/PIXABAY

Lucros saltaram no momento em que o país via crescer o número de infectados

Falta de dinheiro não é um problema para o empresário Yu Xiaoning, dono de uma fábrica que produz máscaras cirúrgicas na China. Nas seis semanas seguintes a 20 de janeiro, quando seu país foi alertada para a disseminação do vírus, ele viu aumentar em 417% as ações de sua empresa, a Dawn Polymer.

Informa o jornal Financial Times que os lucros da companhia saltaram ainda mais depois que os Estados Unidos e países da Europa passaram a encomendar o produto. Em 9 de março, o valor das participações de Xiaoning e de sua esposa, Han Limei, na empresa subiu ao equivalente a US$ 1,9 bilhão.

-Publicidade-
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.