Erdogan diz que política israelense em relação a palestinos é ‘inaceitável’

Presidente turco é crítico ferrenho de Israel
-Publicidade-

Turquia e Israel tiveram sérias desavenças nos últimos anos

Erdogan, Turquia, Israel
Presidente da Turquia, Erdogan é crítico da política externa de Israel | Foto: Reprodução/Flickr

O presidente da Turquia, Tayyip Erdogan, disse que seu país gostaria de ter melhores laços com Israel, mas classificou a política israelense em relação aos palestinos de “inaceitável” e um “limite cruzado” para Ancara. Os dois países tiveram sérias desavenças nos últimos anos, com expulsão de embaixadores em 2018.

-Publicidade-

Nesta sexta-feira, 25, Erdogan enfatizou que a Turquia tem problemas com “pessoas de alto escalão” em Israel e que os laços poderiam ter sido “muito diferentes” se não fosse por essas questões.

“A política em relação à Palestina é o limite que foi cruzado. É impossível para nós aceitarmos as políticas de Israel em relação aos palestinos. Seus atos impiedosos lá são inaceitáveis.”

Ainda segundo o presidente turco, “se não houvesse problemas no nível superior, nossos laços poderiam ter sido muito diferentes”. E concluiu: “Gostaríamos de melhorar as nossas relações”.

Leia também: “O Estado Islâmico da Turquia”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários

    1. É rogam o bufão, por quê esse cidadão não negocia uma faixa de 30 mil Km 2 com os países, Arábia Saudita tem mais de 2.300.000 km e a Jordânia para conceder aos Palestinos que são da mesma religião? Por que o Sr Ordogan não negocia com os Curdos uma faixa para que eles também possam ter seus países independentes? Pimenta nos forewer dozotros é refresco, né não?

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro