EUA impõem novas sanções contra militares de Mianmar

Trata-se de mais uma da série recente de ações punitivas aos novos comandantes do país asiático, que tomaram o poder em fevereiro
-Publicidade-
Mianmar ainda é palco de repressão militar
Mianmar ainda é palco de repressão militar | Foto: Reprodução/Mídias Sociais

Estados Unidos e Reino Unido anunciaram nesta segunda-feira, 17, novas sanções à junta militar de Mianmar. Trata-se de mais uma da série recente de ações punitivas aos novos comandantes do país asiático, que tomaram o poder em fevereiro de 2021.

O governo de Joe Biden anunciou punições contra 16 altos dirigentes, incluindo o chefe do banco central, sete ministros e o presidente da comissão eleitoral. Segundo os norte-americanos, os executivos deram apoio aos ataques do regime militar contra civis.

Por sua vez, Londres ampliou as sanções que envolvem a Myanmar Gems Enterprise, considerada a maior companhia de pedras preciosas local e uma das principais fontes de renda do governo militar.

-Publicidade-

Leia também: “Embaixador de Mianmar no Reino Unido é expulso por militares”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro