EUA mandam Johnson & Johnson descartar 60 milhões de doses de vacina contra covid-19

Erro humano cometido em uma fábrica de Baltimore pode ter contaminado os imunizantes, segundo agência regulatória
-Publicidade-
Erro humano em fábrica de Baltimore, nos EUA, comprometeu a qualidade de 60 milhões de doses da vacina da Johnson & Jonhson
Erro humano em fábrica de Baltimore, nos EUA, comprometeu a qualidade de 60 milhões de doses da vacina da Johnson & Jonhson | Foto: Raymond Clarke Images/Flickr

As autoridades sanitárias dos Estados Unidos determinaram nesta sexta-feira, 11, que a Johnson & Johnson descarte cerca de 60 milhões de doses de sua vacina contra a covid-19 produzidas em uma fábrica de Baltimore. Após o término de uma investigação que teve início há quase dois meses, a agência regulatória norte-americana, Food and Drug Administration (FDA), concluiu que os imunizantes podem estar contaminados. As informações são do jornal The New York Times.

Em abril, como noticiamos, um erro humano cometido durante o processo de produção da vacina levou à perda de cerca de 15 milhões de doses do imunizante. Um funcionário da fábrica Emergent BioSolutions misturou ingredientes da vacina da Oxford/AstraZeneca com o imunizante da Janssen, braço farmacêutico da Johnson & Johnson. A empresa é parceira dos dois laboratórios. 

-Publicidade-

Relembre o caso: “Erro humano em fábrica faz Johnson & Johnson perder 15 milhões de doses de vacina”

Segundo a FDA, 10 milhões de doses da vacina poderão ser distribuídas nos EUA ou enviadas a outros países, desde que seja feito um alerta de que os reguladores não podem assegurar que a Emergent BioSolutions segue as melhores práticas de fabricação. A agência ainda não definiu se a empresa poderá reabrir sua fábrica, que está fechada há dois meses.

O Ministério da Saúde do governo brasileiro está em negociações com a Johnson & Johnson para antecipar a chegada de pelo menos 10 milhões de doses da vacina. Desde que começou a ser aprovada por agências regulatórias de saúde de diversas partes do mundo, a vacina da Janssen foi apontada como a ideal para o Brasil, pois teria capacidade de acelerar a imunização no país por ser aplicada em dose única, ao contrário da maioria dos imunizantes usados no combate à doença.

Leia também: “Ministério da Saúde negocia antecipação de 10 milhões de doses da vacina da Janssen”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comment

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site