EUA querem ações do G20 contra crise alimentar

A secretária do Tesouro norte-americano defendeu a proposta em uma reunião com membros do grupo
-Publicidade-
A secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen | Foto: Reprodução/Casa Branca
A secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen | Foto: Reprodução/Casa Branca

Janet Yellen, secretária do Tesouro dos Estados Unidos, pediu por ações do G20 para “enfrentar a crise global de segurança alimentar”. A fala ocorreu no sábado 16, durante o encontro dos secretários do Tesouro dos países membros do grupo.

De acordo com a Agência Brasil, a reunião ocorreu na ilha de Bali, na Indonésia. Nas audiências, Janet condenou invasão russa à Ucrânia, “que causou repercussões globais na cadeia de abastecimento de alimentos, energia e outros produtos básicos.”

-Publicidade-

A representante norte-americana insistiu na necessidade de acordar um mecanismo para impor um teto ao preço do petróleo russo. Janet já havia proposto a ação para restringir o que ela chamou de “lucro da máquina de guerra” do presidente russo, Vladimir Putin, e “limitar o impacto da guerra da Rússia nos preços da energia” em todo o mundo.

Além disso, a secretária de tesouro dos EUA manteve encontros bilaterais com pares da Austrália, Arábia Saudita, Singapura, Turquia e África do Sul. Ela tem defendido um teto para o preço do petróleo russo, um tema central da viagem para a reunião com as autoridades financeiras do G20.

Putin deu início à invasão russa à Ucrânia no fim de fevereiro. Até o momento, não há previsão de um cessar-fogo. Os dois países são grandes produtores de grãos, e a Rússia é um importante fornecedor de petróleo e gás natural no mercado global.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

17 comentários Ver comentários

  1. Me expliquem: Qual a diferença entre estabelecer teto de preços e fazer controle de preços? E a indústria bélica norte-americana está tendo prejuízo? Em seguida vão estabelecer um piso para os índices de popularidade do Biden. Essas propostas são tão absurdas quanto a cervejada da paz proposta pelo ex-presidiário!

  2. EUA não aprenderam nada ainda, estão afundando junto com os europeus e ainda querem arrotar M?
    EUA E Europa são os verdinhos limpinhos carvoeiros e nucleares e querem ditar regras de carbono, alimento, fertilizante…KKKKKKK.

  3. SIM!! CLARO!!
    Querem alimentos baratos para Europa….os EUA perceberam a merd@ que fizeram … A EUROPA vai passar fortes dificuldades..até frio e fome….
    Barriga vazia vcs já sabem né??! Os discursinhos de meio ambiente, direitos humanos, ONGs e constituições “pacifistas” limpimhos….estão com os dias contados.
    Revoluções e defecções do famoso EURO ocorreram.
    Inglaterra enxerga longe..saíram!
    EUA também…RUSSIA e China vão avançar no mundo.
    QUREM COMIDA BARATA BRASILEIRA… BURRO de quem cair nessa.

  4. O pedido da secretária do tesouro tem 2 objetivos: uma cortina de fumaça estúpida para distrair a forte resistência dos americanos contra o seu presidente imbecil comunista; pressionar o mundo contra a Rússia, q dá uma surra num ocidente arruinado pelos comunoglobalistas.

    Crer q a cadeia de alimentos mundial foi prejudicada totalmente pelo conflito seria crer a Ucrânia e Rússia produz todos os tipos de alimentos com todos os tipos de solo e todos os tipos de clima. ABSURDO. Tem q ser muito trouxa para acreditar nisso. O conflito atrapalha, de fato, mas jamais seria capaz de interromper o fornecimento de outros países.

    A crise alimentar é planejada. Trata-se da 2ª onda do ataque globalista contra o mundo e a prova disso está na Holanda, onde usam o ardil do óxido de nitrogênio (inerte, inofensivo e necessário para a agricultura) para reduzir a produção q eles dizem querem resolver! Mas os agricultores de outros países reagem.

    Neste caso, nunca o Brasil teve tanto prestígio e vantagem quanto agora. Nosso agronegócio é extraordinário e conta com o apoio do BRICS, grupo cobiçado por vários países, q tentam fugir da falência euro-americana.

    O plano globalista na Europa agoniza devido a Putin, q tem se mostrado um persistente e habilidoso jogador. Mas tudo pode acontecer, vamos aguardar.

  5. Enquanto isso, aqui no “G Esquerdista Brasileiro” querem acabar com o Agro Negócio, fonte alimentar para mais de 1 bilhão de seres viventes, ditos racionais, no mundo.

  6. Lula tem acenado com várias propostas de cunho esquerdista radical em 2022, tais como revisão de privatizações, descontrole de gastos públicos, aumento de impostos volta da CPMF, libertação de bandidos, apoio financeiro a Cuba e Venezuela, perseguição a membros da Operação Lava Jato e partidos de oposição (direita), banimento de jornais e emissoras de oposição e maior abertura da economia brasileira ao capital chinês, inclusive à colaboração militar.

    Em termos geopolíticos, Lula presidente afasta o Brasil dos EUA e nos aproxima da China e da Rússia, que têm interesse em colocar mais bases militares na América do Sul, Atlântico Sul e Pacífico.

    Lula não pode ser eleito e, caso seja eleito, deve-se providenciar alguma maneira de impedi-lo de assumir.

    1. Já não penso assim, quem pensava assim era o Carlos Lacerda sobre o Juscelino Kubitschek, esse sim um comunista mas os tempos eram outros. Se o Mulla ganhar de forma honesta, coisa difícil de acontecer mas não impossível, ele deve sim, tomar posse pois, de fato assim quis a maioria dos idiotas deste país. Vamos ficar contrariados, sim, vamos mas é assim que as coisas devem funcionar, infelizmente.

      1. Reparo: não foi sobre Juscelino, foi sobre Getúlio. E Jusça comunista, conta outra.

  7. Velha imbecil! Impor teto de preços para mercadorias essenciais como petróleo, gás e outras commodities, sómente na cabeça de uma comunista dessas aí. Estúpida!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.