-Publicidade-

EUA: Biden anuncia pacote de estímulos de US$ 1,9 trilhão

Medida tem como foco ajudar famílias e empresas que foram afetadas durante a pandemia de covid-19
Joe Biden discursou ontem, quinta-feira 14, em Delaware, Estado localizado no nordeste do país
Joe Biden discursou ontem, quinta-feira 14, em Delaware, Estado localizado no nordeste do país | Foto: Reprodução/YouTube

O presidente eleito dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, apresentou ontem, quinta-feira 14, os detalhes de um pacote de estímulos em combate à pandemia do coronavírus no valor de US$ 1,9 trilhão, com foco em ajudar famílias e empresas durante a atual crise.

“Um coro crescente de importantes economistas concorda que, neste momento de crise, com as taxas de juros em baixas históricas, não podemos nos permitir a inação”, afirmou Biden, em discurso em Delaware.

A proposta, chamada de “Plano de Resgate Americano”, inclui várias medidas de estímulo na esperança de que o apoio fiscal adicional sustente as famílias e empresas dos EUA até que a vacina da covid-19 esteja disponível para todos.

Leia também: “Aliado de Biden pede pressão sobre os ‘Bolsonaros do mundo’”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

4 comentários

  1. É sempre assim: Um conservador entra, coloca a casa em ordem (só não foi melhor por causa dessa peste chinesa aí) aí em seguida entra um socialista e enfia o pé na jaca. Vai demorar um pouco para aparecer o resultado disso mas vai aparecer ainda esse ano. É o mesmo caso que irá acontecer com o Bolsonaro.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês