-Publicidade-

Quase 40 milhões de armas foram compradas em 2020 nos EUA

As cifras representam um aumento de 40% em relação a 2019
O público feminino comprou 40% mais armas até setembro de 2020, em comparação com o mesmo período do ano passado
O público feminino comprou 40% mais armas até setembro de 2020, em comparação com o mesmo período do ano passado | Foto: Reprodução/Unsplash

As vendas de armas nos Estados Unidos cresceram 40% em 2020, para quase 40 milhões de unidades. Entre os compradores, mais de 5 milhões de pessoas adquiriram armamentos pela primeira vez no ano passado. Uma análise do levantamento, feito pela CNN, relatou um forte aumento nas vendas para negros e mulheres. O público feminino comprou 40% mais armas até setembro de 2020, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Em janeiro de 2021, as vendas já seguiram a tendência de alta, com crescimento de 60%, para 4,1 milhões de unidades. O resultado faz com que janeiro seja o mês com maior número de armamentos comercializados na história do país desde 1998, quando começou a verificação nacional. O Estado com mais vendas em janeiro foi Illinois, com 1 milhão de negociações. Isso é 24% das vendas nacionais do mês. No entanto, o Estado tem pouco menos de 4% da população nacional. No ritmo atual, os especialistas preveem que as vendas de armas de fogo nos EUA chegarão a quase 50 milhões neste ano. A polícia federal norte-americana (FBI) rastreia as vendas e publica uma lista de checagem com os nomes de quem as comprou. Das mais de 310 milhões de verificações feitas desde o início do programa, houve apenas 1,5 milhão de recusas. De acordo com cientistas sociais escutados pelo jornal norte-americano USA Today, a crescente agitação civil pode ter levado as pessoas a comprar armas para proteção pessoal e familiar.

Leia também: “Nobel da Paz: Black Lives Matter é indicado ao prêmio”

Com informações da IstoÉ

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês