Europa retira exigência do uso de máscaras em voos e aeroportos

A medida passa a valer a partir do dia 16 de maio
-Publicidade-
Mesmo assim, as regras relativas às máscaras continuarão a variar por companhia aérea
Mesmo assim, as regras relativas às máscaras continuarão a variar por companhia aérea | Foto: Divulgação

A partir da segunda-feira 16, as máscaras deixam de ser obrigatórias em aeroportos e voos na Europa. O anúncio foi feito nesta quarta-feira, 11, pela Agência de Segurança da Aviação da União Europeia (Easa).

“A partir da próxima semana, as máscaras faciais não precisarão mais ser obrigatórias nas viagens aéreas em todos os casos, alinhando-se amplamente às mudanças nos requisitos das autoridades nacionais em toda a Europa para o transporte público”, disse o diretor executivo da Easa, Patrick Ky, em comunicado.

Mesmo assim, as regras relativas às máscaras continuarão a variar por companhia aérea depois dessa data. As agências europeias lembram que, em voos de ou para um destino onde o uso de proteção ainda é necessário nos transportes públicos, se deve continuar a estimular esse uso, de acordo com as recomendações.

-Publicidade-

A atualização do protocolo deve-se aos últimos números da pandemia, particularmente aos níveis de vacinação, à imunidade adquirida naturalmente e à suspensão das restrições em países europeus.

O Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças lembrou que “a máscara facial continua a ser uma das melhores proteções contra a transmissão” da covid-19, especialmente para pessoas mais vulneráveis.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.