Evo Morales teve uma filha com menor de idade, acusa denúncia

É o segundo processo desse tipo contra o ex-presidente da Bolívia
-Publicidade-
Ex-presidente da Bolívia, Evo Morales é acusado pela segunda vez | Foto: ALAIN BACHELLIER/FLICKR
Ex-presidente da Bolívia, Evo Morales é acusado pela segunda vez | Foto: ALAIN BACHELLIER/FLICKR | Ex-presidente da Bolívia, Evo Morales é acusado pela segunda vez | Foto: ALAIN BACHELLIER/FLICKR

É o segundo processo desse tipo contra o ex-presidente da Bolívia

evo morales
Ex-presidente da Bolívia, Evo Morales é acusado pela segunda vez
Foto: ALAIN BACHELLIER/FLICKR

O governo da Bolívia fez uma nova denúncia contra o ex-presidente Evo Morales. De acordo com o Ministério da Justiça, ele teria tido uma filha com uma adolescente. O caso envolve uma garota que deu à luz uma menina em 2016. A acusação ocorre dias depois de a pasta denunciar o líder esquerdista por ter mantido, durante cinco anos, um relacionamento com uma mulher que, hoje, tem 19 anos — ela seria menor de idade no início da suposta relação, conforme noticiou Oeste. Atualmente, Morales está refugiado na Argentina peronista.

-Publicidade-

A lei boliviana determina que relações sexuais não são permitidas até que as pessoas envolvidas completem 18 anos. Caso um adulto tenha mantido relação sexual com menor de idade, ainda que com consentimento pleno, o ato pode configurar crime com pena de três a seis anos de prisão. O vice-ministro da Justiça, Guido Melgar, afirmou que a documentação em posse do governo contém um depoimento da menina. Além disso, há o registro de nascimento da criança, realizado num cartório de La Paz, a capital administrativa da Bolívia.

“Os documentos informam que a garota ficou grávida quando tinha 15 anos e cinco meses”, afirmou Melgar, “dando à luz em 2016, quando tinha 16.” E garantiu: “Verificamos a identidade e a existência da menor e da criança”. Portanto, caberá agora à Justiça boliviana acatar ou não a denúncia. Quando uma denúncia é entregue ao Ministério Público, o órgão é obrigado a iniciar uma investigação. Pode, depois, descartar as afirmações, caso considere que elas não têm fundamento.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.