-Publicidade-

Extrema esquerda promete vandalizar estátua de Thatcher

Dama de Ferro é lembrada por promover políticas econômicas liberais e pôr o Reino Unido no caminho da prosperidade
| Foto: Divulgação/Flickr
| Foto: Divulgação/Flickr | | Foto: Divulgação/Flickr

Dama de Ferro é lembrada por promover políticas econômicas liberais e pôr o Reino Unido no caminho da prosperidade

extrema esquerda
Thatcher é chamada de a “mãe” do liberalismo | Foto: Divulgação/Flickr

A estátua da ex-primeira-ministra Margaret Thatcher mal foi inaugurada na cidade natal dela, em Grantham, e extremistas de esquerda planejam vandalizar o monumento. Mais de 2,3 mil pessoas se inscreveram no Facebook para participar do “Concurso de Lançamento de Ovos” durante o evento, conforme noticiou o jornal britânico Independent. “Meninos, meninas e não binários, estamos aqui realizando um concurso para lançamento de ovos e, potencialmente, grafitagem”, escreveu na rede social Kass Arif, ativista e organizador do evento. “Temos um alvo: a bela estátua da Dama de Ferro”, acrescentou Arif. Primeira mulher a chefiar um governo parlamentar na história da Europa, Thatcher ficou onze anos e meio no poder (1979-1990), tempo suficiente para aplicar as políticas que defendia (menos governo, menos despesas e independência em relação à União Europeia). Thatcher pôs o Reino Unido no caminho da prosperidade ao reduzir a máquina pública e promover privatizações.

Leia também: “Os destruidores da História”, artigo de Bruno Garschagen publicado na edição n° 11 da Revista Oeste

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês