Facebook derruba página pró-Trump que denunciava fraude

Seguidores do perfil apoiavam a versão do presidente segundo a qual as eleições dos EUA apresentam irregularidades
-Publicidade-
Foto: THOUGHTCATALOG.COM/FLICKR
Foto: THOUGHTCATALOG.COM/FLICKR | Foto: THOUGHTCATALOG.COM/FLICKR

Seguidores do perfil apoiavam a versão do presidente segundo a qual as eleições dos EUA apresentam irregularidades

facebook
Página “Stop the Steal” saiu do ar | Foto: Thoughtcatalog/Flickr
-Publicidade-

Na quinta-feira 5, a página pró-Trump “Stop the Steal” foi derrubada pelo Facebook. Os integrantes do perfil, que tinha mais de 360 mil seguidores, endossavam a denúncia do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, segundo a qual há fraudes no processo eleitoral dos EUA. O republicano garante que os votos por correio abrem ampla margem para irregularidades. Conforme a BBC, apoiadores de Trump utilizavam o grupo para organizar protestos pedindo a interrupção da contagem de votos. “Em linha com as medidas excepcionais que estamos tomando neste período de tensão elevada, removemos o Grupo ‘Stop the Steal’, que estava organizando eventos do mundo real”, informou o Facebook. “O grupo foi organizado em torno da deslegitimação do processo eleitoral e vimos menções preocupantes à violência por parte de alguns membros do grupo”, acrescentou a empresa.

Leia também: “Extrema esquerda promove noite de terror nos EUA”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

8 comments

  1. Eu penso que essas redes sociais como facebook, twetter, etc… devem como empresas privadas que são, ter suas regras, porém elas não deixam de ser ferramentas de uso público e com isso ter algumas limitações. Isso está passando dos limites.

  2. Já passou há muito dos limites.
    Funcionam como veículos de divulgação de notícias, informações e análises, tal qual a imprensa.
    E tal qual a imprensa são constituídos de empresários do meio de comunicações, necessitados de verbas publicitárias e de, em parte, uma quantidade adequada de usuários.
    Tudo, mídia tradicional e redes digitais, a serviço de quem paga mais!

  3. Só acho estranho jornalistas se aliando a China, eles pensam q como as grandes mídias (sites, emissoras de TVs, jornais etc.) são bancadas por empresas Chinesas, ou tem a própria estatal como sócia, eles vão lucrar com seu apoio a esquerda, só esquecem d uma coisa, ditadura é ditadura, não muda e vai continuar sendo, quem vai ganhar dinheiro são os donos das emissoras, são os donos dos jornais, são os donos dos sites, vcs jornalistas d rua, raiz, não vão poder investigar, e quando fizer isso vai ser demitido e não conseguirá emprego, esse é o legado d uma ditadura. Estamos caminhando p o domínio da China e da Rússia, vejam os países q eles atuaram como estão hj. o nosso futuro é o mesmo, fiquem do lado certo.

    1. Devia decepar a cabeça do dono do facebook twitter google e youtube só pra parar com essa desgrahça!

      Ps : Seu pessimismo e indoência são uma desgrahça!
      Frangote!

    2. Na verdade essas redes são e se acham o poder, se elas não compactuarem com quem está no poder, tipo: conservadorismo – TRUMP, BOLSONARO, elas irão tentar de tudo para derruba-los, tipo: GLOBO, BAND, FOLHA, ESTADÃO, UOL, TWETER, FACEBOOK, GOOGLE, INSTAGRAM, é o que fazem aqui no BRASIL e foi o que fizeram nos EUA, BOLSONARO FICA DE OLHO.

  4. Na verdade essas redes são e se acham o poder, se elas não compactuarem com quem está no poder, tipo: conservadorismo – TRUMP, BOLSONARO, elas irão tentar de tudo para derruba-los, tipo: GLOBO, BAND, FOLHA, ESTADÃO, UOL, TWETER, FACEBOOK, GOOGLE, INSTAGRAM, é o que fazem aqui no BRASIL e foi o que fizeram nos EUA, BOLSONARO FICA DE OLHO.

  5. Site convocando quebra-quebras, arruaças, saques e incêndios do Antifa e do Black Lives Matter pode, né? Isso não é incitação à violência. Incrível como a mídia e as big tech nos EUA estão dominadas pela esquerda. Não tentam nem disfarçar a militância.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site