Facebook é acusado por Biden de ‘matar gente’ com desinformação sobre covid-19; rede social rebateu

O relacionamento entre o presidente dos Estados Unidos e a empresa aliada está abalado
-Publicidade-
Rede social doou US$ 6 milhões para Biden, no ano passado
Rede social doou US$ 6 milhões para Biden, no ano passado | Foto: Reprodução/Flickr

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, subiu o tom contra o Facebook. Segundo o democrata, a plataforma permite o fluxo de desinformação sobre a covid-19 e as vacinas contra o coronavírus. “Estão matando pessoas”, declarou Biden, em entrevista coletiva, na sexta-feira 16. “A única pandemia que temos é entre aqueles que não foram vacinados”, acrescentou, ao exigir que a plataforma atue com mais firmeza nesse assunto.

Mais tarde, a porta-voz da Casa Branca, Jean Psaki, disse que o Facebook “precisa ser mais rápido para remover mensagens perigosas”. “Há cerca de 12 pessoas produzindo 65% da desinformação contra vacinas nas redes sociais. Todas permanecem ativas no Facebook, embora algumas tenham até sido proibidas em outras plataformas”, afirmou Psaki. As falas dão sinal de que o relacionamento entre Biden e seu aliado não vão bem.

O Facebook rebateu os ataques do Poder Executivo. Segundo a empresa, Mais de 2 bilhões de pessoas tiveram acesso nessa rede social a informações autorizadas sobre a Covid e as vacinas, muito mais do que em qualquer outro site. “Não irão nos distrair as acusações que não forem respaldadas por fatos”, respondeu o porta-voz do Facebook, em entrevista à agência de notícias Associated Press, no dia das declarações de Biden.

-Publicidade-

Conforme noticiou a Revista Oeste, as big techs apoiaram a campanha do democrata no ano passado. O Facebook, por exemplo, doou US$ 6 milhões. No entanto, recentemente, desentendimentos estão ocorrendo. Há uma semana, Biden assinou uma ordem executiva que pode reduzir o poder dos gigantes de tecnologia, entre eles, Google, Facebook, Twitter e similares. Todos injetaram dinheiro na campanha de Biden.

Leia também: “A fraqueza explícita diante dos adversários”, artigo de Ana Paula Henkel publicado na Edição 55 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site