Fauci afirma que vacinas ‘não são 100%’ e volta a recomendar uso de máscara em locais específicos

Chefe do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos EUA falou em 'proteção adicional'
-Publicidade-
O conselheiro médico chefe da Casa Branca, Anthony Fauci, em palestra proferida em 2015 | Foto: Divulgação/NIH
O conselheiro médico chefe da Casa Branca, Anthony Fauci, em palestra proferida em 2015 | Foto: Divulgação/NIH

O conselheiro médico chefe da Casa Branca, Anthony Fauci, afirmou que os norte-americanos totalmente vacinados contra a covid-19 deveriam “dar um passo a mais”. Trata-se de usar máscaras ao viajar para partes do país em que há baixas taxas de imunização. “Como dissemos frequentemente, as vacinas não são, mesmo tão boas e altamente eficazes, 100%”, declarou, em entrevista ao programa Meet the Press, da emissora NBC, no domingo 4.

Segundo Fauci, as pessoas têm de se prevenir nesses locais. “Quando estou em uma área onde há um considerável grau de circulação viral, eu poderia (…) ser cauteloso o suficiente para obter um nível extra de proteção adicional”, acrescentou o infectologista, que também comanda os Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos EUA. A declaração de Fauci vai à contramão do que ele disse em maio deste ano.

Na ocasião, o médico afirmara que vacinados poderiam “deixar a máscara de lado” ao ar livre. Fauci contradisse, ainda, Rochelle Walensky, chefe do Centro de Controle e Prevenção de Doenças. Walensky informou, em uma entrevista concedida em 30 de junho, que os imunizados estão “protegidos das variantes que estão circulando nos Estados Unidos”. Dessa forma, não precisam adotar o equipamento de segurança defendido por Fauci.

-Publicidade-

Leia também: “O que a China e Anthony Fauci têm a ver com a origem do coronavírus?”

E-mails vazados

Conforme noticiou a Revista Oeste, Anthony Fauci teve mais de 3 mil e-mails divulgados pelo site Buzzfeed no mês passado. Em fevereiro de 2020, nos primeiros meses da pandemia de coronavírus, o médico reconheceu em mensagem que o uso de máscara não é tão eficiente para conter a doença.

“A máscara típica que você compra na farmácia não é realmente eficaz para impedir a entrada de vírus, que é pequeno o suficiente para passar através do material. Ela pode, no entanto, fornecer um pequeno benefício em impedir a entrada de gotas grossas se alguém tossir em você”, escreveu Fauci em mensagem na qual afirma: “As máscaras são realmente para as pessoas infectadas, para evitar que espalhem a infecção para quem não está infectado, em vez de proteger as pessoas não contaminadas de contrair a infecção”.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site