Fechamento de escolas deixou 370 milhões de crianças sem merenda

Número é estimado por uma coalização formada por 60 países da ONU
-Publicidade-
Merenda sendo servida em uma escola em Moçambique
Merenda sendo servida em uma escola em Moçambique | Foto: Reprodução/ONU

Em abril de 2020, com o fechamento das escolas, mais de 370 milhões de crianças ficaram sem acesso a uma refeição diária, de acordo com uma coalizão formada por 60 países da Organização das Nações Unidas (ONU). A Organização Mundial da Saúde estima que 150 milhões delas também não tiveram acesso a cuidados como tratamento contra vermes, nutrição, imunização e apoio psicossocial.

A coalizão estima que os programas de merenda escolar serviam 388 milhões de crianças no início de 2020, o número equivalente à metade dos alunos em ensino fundamental em todo o planeta. Na terça-feira 16, o grupo anunciou que pretende melhorar ou restabelecer os projetos que servem comida nas escolas, para que todas as crianças tenham acesso à alimentação saudável até 2030.

-Publicidade-
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.