Festival de Salzburgo traz o público de volta aos concertos

Sucesso do festival é considerada uma vitória contra o medo provocado pela Covid-19
-Publicidade-
Festival de Salzburg
Festival de Salzburg

Depois de 18 meses de apresentações para cadeiras vazias e câmeras de lives, a música clássica reencontrou o público no Festival de Salzburg, na Áustria. “As elegantes praças barrocas do centro histórico da cidade estão apinhadas de frequentadores de concertos”, descreveu o Financial Times. “Um público ansioso se aglomera no The Great Festival House. A música está de volta”.

Segundo a secretária austríaca de arte e cultura Andrea Mayer, 120 mil pessoas trabalham no setor, gerando uma receita de 7,2 milhões de euros em 2019. O governo liberou a realização do festival num momento não muito confortável, com 900 novas infecções diárias de Covid-19. Em dois dias se registraram as maiores vendas em 101 anos de história do evento.

O festival marca uma espécie de vitória da cultura contra o medo da pandemia. “A alma não é um luxo”, disse Daniel Froschauer, violinista da Filarmônica de Viena. “A alma sustenta a vida e precisa ser alimentada. Existem coisas que você não pode expressar em palavras”.

-Publicidade-

 

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro