Fórum Econômico Mundial sugere ‘bolhas espaciais’ para bloquear o sol

Objetivo é combater as 'mudanças climáticas'
-Publicidade-
O presidente-executivo do Fórum Econômico Mundial,  Klaus Schwab, durante sessão plenária da organização - 22/01/2019 | Foto: Alan Santos/PR
O presidente-executivo do Fórum Econômico Mundial, Klaus Schwab, durante sessão plenária da organização - 22/01/2019 | Foto: Alan Santos/PR

De modo a enfrentar as “mudanças climáticas”, o Fórum Econômico Mundial sugeriu o uso de “bolhas espaciais” para bloquear a radiação solar. Os burocratas da organização usaram como base um “projeto de geoengenharia” feito pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos EUA.

Conforme a pesquisa, é possível “refletir” boa parte da radiação solar por meio de um “dispositivo do tamanho do Brasil”. Trata-se de um “escudo” composto de várias esferas de plástico capaz de flutuar na órbita da Terra. As “bolhas” seriam fabricadas no espaço e inseridas na máquina lá mesmo.

“Se desviarmos quase 2% da radiação solar incidente antes de atingir nosso planeta, poderíamos reverter totalmente o aquecimento global de hoje”, escreveu Carlo Ratti, pesquisador e arquiteto do MIT, sobre o projeto.

-Publicidade-

Em sua proposta de orçamento mais recente, o presidente Joe Biden sugeriu o financiamento de várias iniciativas de tecnologia climática — incluindo um empréstimo de pouco mais de US$ 3 bilhões para o “Fundo de Tecnologia Limpa”, que dá dinheiro para países em desenvolvimento que pretendem reduzir os “gases de efeito estufa”. Biden apoia o Fórum Econômico Mundial.

Leia também: “Os ecoterroristas: o ESG se tornou uma cultura corporativa dos EUA”, artigo de Ana Paula Henkel publicada na Edição 121 da Revista Oeste

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.