Fundador do Alibaba ‘ressurge das cinzas’

Especulou-se que o empresário havia sido morto por agentes do Partido Comunista da China
-Publicidade-
Empresário teceu críticas ao Partido Comunista da China
Empresário teceu críticas ao Partido Comunista da China | Foto: Divulgação/Flickr

Depois de três meses sumido por pressões do Partido Comunista da China (PCC), o fundador do Grupo Alibaba, Jack Ma, reapareceu nesta quarta-feira, 20, em um evento filantrópico no país asiático. “Jack Ma participou da cerimônia on-line do evento anual Iniciativa Professor Rural, em 20 de janeiro”, informou a assessoria do bilionário, em comunicado obtido pelo Wall Street Journal. Porta-vozes de Ma, porém, não explicaram o motivo do sumiço dele. Aventou-se a possibilidade de oficiais do governo tê-lo matado em razão de críticas que fez ao PCC, num fórum em Xangai. À época, as declarações enfureceram o secretário-geral do PCC, Xi Jinping, que decidiu pessoalmente cancelar a oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) de ações de uma companhia de Ma. O empresário perdeu bilhões de dólares.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.