Futuro secretário de Biden foi denunciado por conceder ‘green card’ a aliados

Alejandro Mayorkas foi alvo de denúncia quando fazia parte do governo de Barack Obama
-Publicidade-
Alejando Mayorkas foi anunciado como futuro membro da equipe de Joe Biden | Foto: Reprodução/Instagram
Alejando Mayorkas foi anunciado como futuro membro da equipe de Joe Biden | Foto: Reprodução/Instagram | alejandro mayorkas - futuro secretário de joe biden

Alejandro Mayorkas foi alvo de denúncia quando fazia parte do governo de Barack Obama

alejandro mayorkas - futuro secretário de joe biden
Alejando Mayorkas foi anunciado como futuro membro da equipe de Joe Biden | Foto: Reprodução/Instagram
-Publicidade-

Um dos aliados de Joe Biden se vê em meio ao resgate de uma denúncia. Anunciado como futuro chefe do Departamento de Segurança Interna (DHS) dos Estados Unidos, Alejandro Mayorkas foi denunciado em 2015 por supostamente ter ajudado na concessão de green cards para empresários alinhados com o Partido Democrata. Isso teria ocorrido quando trabalhou no departamento de imigração norte-americana durante parte da gestão de Barack Obama.

Leia mais: “Biden diz que manterá tarifas de exportações à China”

Segundo relatório datado de maio de 2015 e assinado pelo então inspetor geral da área de segurança interna dos Estados Unidos, John Roth, o futuro secretário de Biden intercedeu em favor da concessão de passaportes em três casos. De acordo com o teor do documento divulgado na última semana pelo site da emissora Fox News, a atuação de Mayorkas teria se dado “fora do processo normal” do programa EB-5, que permite a investidores internacionais e seus familiares pedidos de residência fixa nos Estados Unidos e green cards — processo pelo qual é conhecido o tipo de visto que concede a estrangeiros o direito de viver legalmente em solo norte-americano.

O relatório não destaca quais investidores e famílias teriam sido beneficiados por Mayorkas. Trecho do material pontua, entretanto, que foram casos em que os empresários “eram proeminentes ou politicamente conectadas” ao Partido Democrata.

De acordo com a Fox News, Mayorkas chegou a falar sobre o tema há cinco anos. O aliado de Biden discordou do teor do material e defendeu o seu trabalho na área de imigração. Pontuou, porém, que as observações apresentadas o fariam evoluir em novos trabalhos prestados ao governo. “Embora eu discorde do relatório do inspetor geral, certamente aprenderei com ele e com este processo”, comentou na época o futuro secretário de Segurança Interna dos Estados Unidos.

Leia também: “A obsessão da imprensa por Donald Trump”, artigo da colunista Ana Paula Henkel publicado na Edição 36 da Revista Oeste.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comment

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site