Governador de Nova York assediou várias mulheres sexualmente, conclui investigação

Conduta do democrata era investigada desde março, quando ex-funcionárias o acusaram de assediá-las no local de trabalho
-Publicidade-
Investigação conclui que Cuomo assediou várias mulheres
Investigação conclui que Cuomo assediou várias mulheres | Foto: Reprodução/Flickr

O governador de Nova York, Andrew Cuomo, assediou sexualmente várias mulheres durante seu mandato, disse a procuradora-geral do Estado, Letitia James, em relatório divulgado nesta terça-feira, 3. A conduta do democrata é investigada desde março, quando duas ex-assessoras o acusaram de assediá-las no local de trabalho. Posteriormente, outras denúncias surgiram.

“A investigação descobriu que o governador Andrew Cuomo assediou sexualmente funcionárias do Estado de Nova York, com toques indesejados e não consensuais, além de proferir vários comentários ofensivos”, afirmou James. Os investigadores ouviram 179 pessoas, incluindo mulheres que o denunciaram e funcionários do governo estadual.

Segundo a procuradora, Cuomo e sua equipe retaliaram ao menos uma pessoa por reclamar de sua conduta. Até o momento, o democrata não se pronunciou.

-Publicidade-

Com informações do jornal The Wall Street Journal

Leia também: “Nova York oferece R$ 517 a quem se vacinar”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro