Governo argentino toma US$ 2 bilhões dos ricos através de imposto

País tem lei que estabelece a taxação de grandes fortunas
-Publicidade-
A gestão federal de extrema esquerda assegurou que o dinheiro vai ajudar a tirar o país da crise
A gestão federal de extrema esquerda assegurou que o dinheiro vai ajudar a tirar o país da crise | Foto: Divulgação/Casa Rosada

O governo peronista de Alberto Fernández e Cristina Kirchner tirou US$ 2 bilhões dos cofres dos argentinos ricos. É o que informou nesta terça-feira, 4, o Administrador da Receita Pública Federal (Afip, na sigla original) do país. A medida só foi possível graças à taxação de grandes fortunas, aprovada em dezembro do ano passado. A diretora do órgão, Mercedes Marcó Del Pont, garantiu que os recursos serão usados no enfrentamento da epidemia de coronavírus e da crise econômica. Cerca de 3 mil pessoas foram obrigadas a abrir a carteira. Do total, 200 recorreram à Justiça com a finalidade de não pagar.

A gestão federal de extrema esquerda assegurou que a quantia tirada dos milionários será voltada a custear bolsas de estudos, despesas com saúde e apoio a pequenos negócios em crise. Chamado “Contribuição solidária”, o tributo do Poder Executivo estabelece alíquota de 2% aos patrimônios que excedam 200 milhões de pesos argentinos (US$ 2 milhões, na cotação atual), a serem pagos uma única vez. As porcentagens vão sendo escalonadas à medida que aumenta o dinheiro na conta do contribuinte, até estabelecer 3,5% para quem ultrapassa 3 bilhões de pesos (US$ 30 milhões).

-Publicidade-

Leia também: “O populismo pobre da Argentina”, reportagem publicada na Edição 30 da Revista Oeste

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site