Grammy Latino premia hino dos protestos em Cuba (Assista ao vídeo)

Música foi proibida pela ditadura comunista, e quem for pego ouvindo toma multa pesada
-Publicidade-
Foto: reprodução redes sociais
Foto: reprodução redes sociais

A música “Patria y Vida” (“Pátria e Vida”) venceu o prêmio de “canção do ano” do Grammy Latino deste ano. A música se tornou um hino do movimento pela democracia em Cuba. Seu título é uma resposta ao slogan da ditadura comunista, “Pátria ou Morte”. O regime comunista proibiu a música e quem for pego ouvindo pode ser condenada a pagar multa equivalente a um mês de salário.

Segundo o Wall Street Journal, milhares de manifestantes gritaram “patria y vida” durante os protestos de julho por toda a ilha: “Centenas de manifestantes ainda estão presos, enfrentando acusações de sedição e desacato. Dezenas de artistas foram detidos, colocados em prisão domiciliar ou submetidos à vigilância constante da polícia secreta. Outros foram forçados ao exílio”.

-Publicidade-

“Quem disse que Cuba pertence a você?”

A premiação no Grammy aconteceu no luxuoso hotel Mandalay, em Las Vegas, EUA. Os criadores de Patria y Vida (que incluem Yotuel Romero, Descemer Bueno, Maykel Osorbo, Eliécer “el Funky” Márquez e a dupla de reggaeton Gente de Zona) dedicaram o prêmio a todos os prisioneiros políticos de Cuba. Este é o momento da premiação:

Um dos autores, o rapper Maykel Castillo, está trancado numa prisão de alta segurança acusado de “atentar contra a ordem pública” por causa de suas composições. Ele conseguiu mandar uma mensagem de dentro do presídio: “Eu dedico a música ao povo de Cuba, uma população que tem sido maltratada, que tem sido humilhada. Esta canção foi cantada nas ruas, e o Grammy pertence a eles”.

Durante um encontro de chefes de estado da América Latina em setembro, o presidente do Uruguai, Luis Lacalle, recitou um trecho de Patria y Vida olhando nos olhos do atual ditador cubano, Miguel Diaz Canel: “Que o sangue não continue a ser derramado / Por querer pensar diferente / Quem disse que Cuba pertence a você / Se Cuba pertence a todo meu povo?”. Resposta de Canel ao presidente uruguaio: “Você tem péssimo gosto musical”

O clipe de “Patria y Vida” foi gravado clandestinamente numa casa em ruínas no bairro colonial de Havana:

Banner inspirado pela música. (Foto: divulgação redes sociais)
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.