-Publicidade-

Guaidó acusa Maduro pela falta de gasolina na Venezuela

"O nosso dever é derrubar este regime corrupto e não descansaremos até conseguirmos isso. Não vamos deixar de protestar, estamos juntos", afirmou Guiadó para os venezuelanos em suas redes sociais. 
O presidente Juan Guaidó em marcha da oposição venezuelana | Foto: Alexcocopro/ Wikimedia
O presidente Juan Guaidó em marcha da oposição venezuelana | Foto: Alexcocopro/ Wikimedia | O presidente Juan Guaidó em marcha da oposição venezuelana

Para líder opositor, a ditadura destruiu a estatal de petróleo e é a culpada pela crise profunda por que passa o país

O presidente Juan Guaidó em marcha da oposição venezuelana
O presidente Juan Guaidó em marcha da oposição venezuelana
Foto: Alexcocopro/Wikimedia

O principal líder da oposição na Venezuela, o presidente da Assembleia Nacional, Juan Guaidó, que é reconhecido como presidente legítimo por mais de 50 países, inclusive o Brasil, culpou a ditadura pela falta crônica de gasolina no país.

De acordo com Guaidó, a ditadura brutal de Nicolás Maduro destruiu a estatal de petróleo da Venezuela, a PDVSA, impossibilitando que o país, que possui a maior reserva petrolífera do mundo, produza o próprio combustível, informa o jornal venezuelano El Nacional.

“Nosso dever é derrubar este regime corrupto, e não descansaremos até conseguirmos isso. Não vamos deixar de protestar, estamos juntos”, afirmou Guiadó aos venezuelanos em suas redes sociais.

Para o presidente da Assembleia Nacional, Maduro não dispõem das mínimas condições de resolver os problemas do país, acaba piorando os já existentes e criando outros.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês