Holanda não vai se ajoelhar em protesto contra racismo na Eurocopa

Informação foi confirmada pelo capitão da equipe, Georginio Wijnaldum
-Publicidade-
Georginio Wijnaldum é atleta do Paris Saint-Germain
Georginio Wijnaldum é atleta do Paris Saint-Germain | Foto: Reprodução/Mídias Sociais

Georginio Wijnaldum, capitão da seleção da Holanda, disse que os jogadores de sua equipe não vão se ajoelhar em forma de protesto contra o racismo antes do início das partidas da Eurocopa, que começou ontem, sexta-feira 11.

“Não nos ajoelharemos para protestar contra o racismo”, afirmou Wijnaldum. “Primeiro, porque nunca protestamos dessa maneira. Segundo, porque já fazemos muita coisa contra isso. Não digo que é o suficiente, mas não nos ajoelharemos.

A Holanda estreará no torneio de seleções amanhã, domingo 13, contra a Ucrânia. A partida está marcada para as 16 horas.

-Publicidade-

Rússia não se ajoelhou

Se os holandeses prometeram não se ajoelhar, a Rússia já o fez. Neste sábado, 12, a seleção comandada por Stanislav Cherchesov se negou a participar do protesto contra o racismo. Os russos enfrentaram a Bélgica.

Foto: Reprodução/Mídias Sociais

A origem do protesto

O gesto de se ajoelhar, a fim de promover protestos contra o racismo, foi inspirado no jogador de futebol norte-americano Colin Kaepernick, que, em 2016, se negou a ficar de pé durante a execução do hino dos Estados Unidos em um jogo da National Football League. A ação pretendia chamar a atenção para a suposta violência policial contra a população negra. Em 2019, o gesto foi adotado pelos jogadores de futebol do Campeonato Inglês.

Na Eurocopa, até o momento, Inglaterra, Escócia e Bélgica informaram que continuarão participando do protesto contra o racismo. Croácia, Hungria, Holanda e Rússia, por sua vez, seguirão caminho oposto.

Leia também: “Croácia não vai se ajoelhar em protesto contra racismo na Eurocopa”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

9 comentários

  1. Gesto boçal desses jogadores milionários. Lembra aquela imagem patética da classe média do Rio vestida de branco e abraçando Ipanema em nome da paz, movimento recheado de artistas notórios consumidores de drogas. Marketing puro da pior qualidade!

  2. É bom observar que já se ensaia uma reação, ainda que tênue, contra o totalitarismo hipócrita e farisaico do “politicamente correto “.

    1. Mas que absurdo! Ora onde já se viu ter que se ajoelhar pra essa palhaçada. Todos nós sabemos que não existe racismo em lugar nenhum do mundo civilizado. Isso é invenção da esquerda. Se fosse pelo menos pra se ajoelhar pro Pinochet, Coronel Ulstra ou Bolsonaro até que valeria a pena, mas pra esse Mimi da globo… Isso já é demais. Não tem nada a ver com futebol. #FechadoComBozo 😌

  3. Parabéns ao Países que recusam-se a aderir a essa palhaçada mimizenta e midiática, utilizada para engrolar essa multidão de imbecis uiuiui.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site