Holanda retoma restrições para conter a covid-19

Decisão ocorre menos de dois meses depois de flexibilizar regras sanitárias
-Publicidade-
Máscaras voltam a ser exigidas na maioria dos espaços públicos da Holanda
Máscaras voltam a ser exigidas na maioria dos espaços públicos da Holanda | Foto: Piroschka van de Wouw/Reuters

A Holanda voltou a adotar medidas restritivas para conter o aumento de casos de covid-19. Desde terça-feira 2, o governo reintroduziu a regra de distanciamento social de 1,5 metro, exigência da apresentação do passaporte da vacina e o uso de máscaras em espaços públicos.

A aplicação dessas medidas torna a Holanda um dos primeiros países da Europa Ocidental a restabelecer restrições anticovid, menos de dois meses depois da flexibilização das regras. De acordo com o primeiro-ministro do país, Mark Rutte, as infecções e as internações hospitalares pelo novo coronavírus estão aumentando rapidamente no país. Os números oficiais apontam que o número de novos casos cresceu 39% em uma semana.

O governo também aconselhou as pessoas a trabalharem em casa pelo menos metade da semana e evitar viagens em altas temporadas. As máscaras agora serão exigidas em lojas, salões de beleza e casas de massagem, e devem continuar sendo utilizadas no transporte público, onde já eram obrigatórias, embora antes pudessem ser retiradas nas estações ou plataformas.

-Publicidade-
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.