Huawei testou sistema de reconhecimento facial contra minoria étnica Uigur

Na China, uigures são perseguidos e detidos em campos de concentração
-Publicidade-

Na China, uigures são perseguidos e detidos em campos de concentração

Uigures são perseguidos no país asiático | Foto: Ozan Kose/Getty Images
-Publicidade-

Documento revelado pelo jornal Washington Post mostra que a maior empresa de telecomunicações do mundo, a Huawei, usou inteligência artificial para detectar uigures — pessoas de origem turcomena que fazem parte de uma minoria étnica na China. No país asiático, essa população é perseguida e detida em campos de concentração.

Leia também: “A China culpa a Índia pelo surgimento do coronavírus”

De acordo com a informação, em 2018 a Huawei começou a trabalhar com a startup especializada em reconhecimento facial Megvii no sentido de criar um sistema de câmeras com inteligência artificial que pudesse examinar rostos e estimar idade, sexo e etnia de cada pessoa. Caso o sistema detectasse um Uigur, um alarme seria enviado à polícia da China.

Em resposta, um porta-voz da Huawei disse que o sistema de reconhecimento facial na China “é simplesmente um teste e não vimos nenhuma aplicação no mundo real. A Huawei só fornece produtos de uso geral para este tipo de teste. Não fornecemos algoritmos ou aplicativos personalizados”.

Até 2018, relatos indicam que o Partido Comunista Chinês prendeu cerca de 800 mil a 2 milhões de uigures para enviá-los a “centros de reeducação”. Conforme apontado pelo Engadget, esses centros são acusados de práticas violentas que incluem tortura e abuso sexual.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comments

  1. A China é o que é, seu DNA infelizmente é esse, de segregação, escravidão, prisões e assassinatos.
    Faz parte da sua Cultura, Cultura milenar que para grande maioria de seu povo, habituados assim desde que nascem, isso não é errado, pode ser errado e ilegal aos olhos do mundo mas, moralmente, por eles é o natural e correto!
    Deixar a China entrar em sua casa é aceitar e permitir o compartilhamento dessa postura contigo e com os seus.
    Depois não poderás reclamar!

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site