Imprensa norte-americana publica três vezes menos sobre Biden

Política foi o assunto que mais perdeu audiência em fevereiro
-Publicidade-
Com a eleição de Joe Biden, veículos veem o consumo de notícias sobre política cair 28%
Com a eleição de Joe Biden, veículos veem o consumo de notícias sobre política cair 28% | Foto: Gage Skidmore/Flickr

Depois de vários jornais norte-americanos comemorarem o aumento da venda de assinaturas registrado logo após a vitória de Donald Trump, em 2016, agora os veículos veem o consumo de notícias sobre política cair 28%. Os demais assuntos tiveram diminuição de audiência ao redor de 20%, segundo a SimilarWeb.

Não se trata apenas de perda de interesse por parte do cidadão local. Os próprios jornais da grande mídia dos Estados Unidos publicaram três vezes menos artigos sobre Biden no mês passado, em comparação com a quantidade de publicações sobre Trump em fevereiro de 2017. Os dados foram divulgados pela NewsWhip, uma empresa de métricas digitais.

Leia mais: “Câmara dos EUA aprova plano de US$ 1,9 tri de Biden”

-Publicidade-

Na televisão a cabo, os jornalistas também parecem dispostos a cobrir menos o governo de Biden. No último mês, o novo presidente pautou cerca de 1.836 minutos de programação. Enquanto isso, em fevereiro de 2017, nada menos que 4.669 minutos de notícias a respeito de Trump foram ao ar.

Desinteresse do público ou da mídia?

O fato de Biden aparecer pouco no noticiário não significa que o público tenha menos interesse em política. No último domingo à noite, o discurso de Trump na Conferência de Ação Política Conservadora (CPAC, em inglês) atraiu quase 7 milhões de espectadores — uma cifra equiparável à audiência da cerimônia do Globo de Ouro, que acontecia no mesmo momento.

Leia também: “Pacifista? Biden ordena ataque à Síria”

Entretanto, analistas de mídia dos Estados Unidos parecem desdenhar das evidências, ao concluir que o público cansou de ver e ler notícias sobre política. Enquanto os temas das reportagens e artigos ainda forem decididos por jornalistas e pela empresa de mídia, é mais provável que a imprensa norte-americana tenha escolhido vigiar menos a nova presidência.

 

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site