Indianos protestam contra a China

Indianos protestaram e queimaram retratos do presidente chinês Xi Jiping enquanto os corpos dos 20 soldados indianos mortos foram cremados com honras
-Publicidade-
Soldado indiano morto no confronto recebendo as honras militares | Foto: Exército da Índia/Twitter
Soldado indiano morto no confronto recebendo as honras militares | Foto: Exército da Índia/Twitter | Indianos protestaram

Os indianos protestaram queimando retratos do presidente chinês; conflito na fronteira deixou 20 soldados mortos

Indianos protestaram
Foto: Exército da Índia/Twitter
-Publicidade-

Indianos protestaram e queimaram retratos do presidente chinês, Xi Jiping, enquanto os corpos dos 20 soldados indianos mortos pelos chineses foram cremados com honras militares.

Tropas de ambos os países permanecem em alerta na região do Vale de Galwan, na região do Himalaia. Autoridades indianas também apontam vítimas chinesas no confronto, o que é negado por Pequim.

Como forma de diminuir a tensão, o ministro das relações Exteriores da Índia, Subrahmanyam Jaishankar, conversou com diplomatas chineses. Conforme noticiado pela Oeste, ambos concordaram em não tomar medidas que possam desencadear um conflito.

De acordo com a agência de notícias Reuters, oficiais das forças armadas de ambos os países estão reunidos com esse objetivo na região do conflito.

Reação da população

Nacionalista indianos ligados ao partido Bharatiya Janata, do primeiro-ministro Narendra Modi, pediram boicote a produtos chineses e que o governo cancele contratos com empresas do país.

A Oppo, fabricante de celulares da China, cancelou o lançamento de uma nova linha de smartphones na Índia por conta desse tensão.

Conflito antigo

Os problemas entre a China e a índia na fronteira são antigos. Desde a independência indiana, em 1947, os dois lados não conseguem chegar a um acordo.

Em 1962, esse desentendimento levou a um breve conflito, que não resolveu a questão. Desde então cada país controla uma “fronteira de fato”. Antes dos conflitos nesta semana, a última morte havia acontecido em 1967.

Desde os anos 1990, as tropas de ambos os países não andam armadas próximas à fronteira. Tanto que o confronto que deixou 20 mortos foi com barras de ferro e pedras.

De acordo com as autoridades indianas, o clima frio, a alta atitude e o isolamento contribuíram para a morte dos soldados da Índia.

 

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site