Irã acusa Israel por morte de principal cientista nuclear do país

Gabinete do primeiro-ministro de Israel não quis comentar
-Publicidade-

Gabinete do primeiro-ministro de Israel não quis comentar

Javad Zarif
Ministro das Relações Exteriores do Irã, Javad Zarif | Reprodução/Internet

O Irã acusou Israel de “desempenhar um papel” no assassinato do principal cientista nuclear do país, Mohsen Fakhrizadeh, e advertiu que uma “terrível vingança” aguardava os envolvidos no que Teerã chamou de “ato terrorista”.

-Publicidade-

O ministro das Relações Exteriores iraniano, Javad Zarif, pediu que a União Europeia e a comunidade internacional condenem a morte.

Leia mais: “A obsessão da imprensa por Donald Trump”, artigo desta semana da Revista Oeste

“Terroristas hoje assassinaram um preeminente cientista iraniano. Essa covardia — com sérios indícios do papel de Israel — mostra a guerra desesperada de seus executores”, tuitou Zarif.

De acordo com a mídia estatal do país, Fakhrizadeh foi alvejado por tiros enquanto viajava em um carro nos arredores de Teerã. Ele foi levado ao hospital, mas não sobreviveu aos ferimentos.

Em 2008, os Estados Unidos deram sinais de que o cientista estava realizando “atividades e transações que contribuíam para o desenvolvimento do programa nuclear do Irã”.

Em 2018, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, acusou Fakhrizadeh de ser parte de uma missão secreta para adquirir armas nucleares. O gabinete do primeiro-ministro não quis comentar o assassinato.

Com informações da RFI

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comentários

  1. Caramba, sou muito fã do estado de Israel, eles eliminam o mal pela raiz. Não deixam o inimigo à vontade nunca. Não é atoa que o Islã treme ao se falar de Israel.

  2. Que tal pedir ao Netanyahu para secretamente enviar alguns do seus agentes para o Brasil? Tá certo que não seria só um, a lista é enorme. Mas eis aqui alguns candidatos (quem concordar é só dizer Amén): Lula, Dilma, Doria, Boulos, Manoela, Dino, Jacques Wagner, Pimentel, Camilo, Ciro, Freixo, Witzel, Edinho, Bidita, Rui Costa,FHC, Aécio, Nhonho/Botafogo, Batoré, Gleisi, Humberto Costa, Molon…. melhor parar por aqui, já tá tarde, vou dormir.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site