Irã executa cerca de 100 jovens por ano

É o que informam os grupos de direitos humanos do país persa
-Publicidade-
Ebrahim Raisi é presidente do Irã
Ebrahim Raisi é presidente do Irã | Foto: Reprodução/Flickr

Pelo menos 100 jovens são executados anualmente pelo governo iraniano, de acordo com relatório dos Ativistas de Direitos Humanos do Irã divulgado ontem, segunda-feira 27. O documento destaca que 299 execuções ocorreram neste ano — quatro delas, de pessoas com menos de 18 anos de idade.

Atualmente, há cerca de 85 pessoas no corredor da morte por supostamente terem cometido crimes quando eram crianças. De acordo com os ativistas, as autoridades jurídicas do país persa não reconheceram publicamente mais de 82% das execuções praticadas.

A Lei Islâmica do Irã estabelece que, em casos de assassinato e crimes capitais, meninos com mais de 15 anos de idade e meninas com mais de 9 anos de idade podem ser considerados culpados como adultos — nesse caso, punidos com a pena de morte. O Direito Internacional, contudo, proíbe a pena de morte para crimes cometidos antes dos 18 anos de idade.

-Publicidade-

Uma bomba para o Irã

Em artigo publicado na Edição 50 da Revista Oeste, Dagomir Marquezi escreve sobre a série israelense Tehran, que conta a história de uma espiã do Mossad (Serviço Secreto de Israel) infiltrada na capital do Irã para uma missão quase impossível. “Para reproduzir bem a realidade, os criadores da série passaram dois anos entrevistando membros da colônia de refugiados iranianos de origem judaica que se estabeleceram em Israel”, analisa o colunista.

Leia um trecho

“O país visto em Tehran mostra uma população permanentemente assustada, ‘cancelada’ por um regime de inspiração medieval. Que isso aconteça no atrasado Afeganistão dos talibãs, já é um escândalo. Que tenha sido imposto aos sofisticados e cultos iranianos, é desesperador.”

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.