Israel e Arábia Saudita estariam negociando a administração do Monte do Templo

A Arábia Saudita e Israel estão negociando para que os sauditas tenham representantes na entidade que administra o Monte do Templo e a mesquita de Al-Aqsa
-Publicidade-
Imagem do Monte do Templo e da Mesquita de Al-Aqsa | Foto: Ekaterina Vysotina/Pixabay
Imagem do Monte do Templo e da Mesquita de Al-Aqsa | Foto: Ekaterina Vysotina/Pixabay

Negociações estão acontecendo de forma secreta; Jordânia vê com bons olhos a diminuição da influência turca na região

Arábia Saudita - Israel - negociando
Imagem do Monte do Templo e da Mesquita de Al-Aqsa | Foto: Ekaterina Vysotina/Pixabay

A Arábia Saudita e Israel estão em negociações para permitir que os sauditas tenham representantes na Waqf Islâmica de Jerusalém, entidade que administra o Monte do Templo e a mesquita de Al-Aqsa, uma das mais importantes do islamismo.

-Publicidade-

“Há negociações muito sensíveis e secretas ocorrendo entre um pequeno grupo de diplomatas de Israel, EUA e Arábia Saudita naquele que pode ser o acordo do século”, afirmou, de forma reservada, um diplomata saudita, informa o jornal The Jerusalem Post.

É no Monte do Templo que se situava o Templo de Jerusalém, local sagrado para o judaísmo destruído pelos romanos no ano 70.

Leia também: “Basílica do Santo Sepulcro vai reabrir amanhã”

A negociação da entrada dos sauditas na Waqf se dá após a Turquia começar a investir milhões de reais naquela organização, o que desagradou aos jordanianos, que temem a influencia turca mas não podem recusar o dinheiro.

O acordo com a Arábia Saudita garantiria os recursos e o controle dos jordanianos sobre aquele local sagrado e também agrada aos israelenses, que não mantêm boa relação com o atual governo turco.

Os israelenses têm a esperança de que esse acordo com os sauditas, que não reconhecem Israel como nação, possa levar a um acordo de paz na região.

 

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

4 comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site