Israel rebate fala de ministro russo sobre ‘origem judaica’ de Hitler

Primeiro-ministro Naftali Bennett emite nota crítica em resposta à polêmica declaração de Sergei Lavrov
-Publicidade-
Primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett, emitiu nota para criticar político russo
Primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett, emitiu nota para criticar político russo | Foto: Kobi Gideon/GPO

O primeiro-ministro de Israel, Naftali Bennett, emitiu nota nesta segunda-feira, 2, para rebater as controversas declarações do ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, que sugeriu que o líder nazista Adolf Hitler tinha raízes judaicas.

Citando o Holocausto judeu na Segunda Guerra Mundial, Israel também exigiu um pedido de desculpas por parte do governo russo.

“Vejo com a maior seriedade a declaração do ministro das Relações Exteriores da Rússia. Suas palavras são falsas e suas intenções estão erradas”, manifestou o primeiro-ministro Naftali Bennett.

-Publicidade-

“O objetivo de tais mentiras é acusar os próprios judeus dos crimes mais terríveis da história, que foram perpetrados contra eles, e assim absolver os inimigos de Israel de responsabilidade. Como já disse, nenhuma guerra em nosso tempo é como o Holocausto ou comparável ao Holocausto. O uso do Holocausto do povo judeu como ferramenta política deve acabar imediatamente.”

As declarações de Lavrov foram reproduzidas pelo site do Ministério das Relações Exteriores e aconteceram em contexto do conflito com a Ucrânia. O político russo argumentava sobre a visão que o governo tenta entregar à sociedade local, de que a Rússia enfrenta uma espécie de nazismo ucraniano.

“O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, apresenta este argumento: como o nazismo pode estar presente na Ucrânia se ele é judeu?”, disse Lavrov. “Posso estar equivocado, mas Hitler também tinha sangue judeu”, acrescentou.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários Ver comentários

  1. Pobre Russa, Stalin está se revirando no tumulo, por seus compatriotas não reconhecer que ele matou 20 milhões de seu próprio povo. Os judeu quase foi dizimado por Hitler, quando libertos juntou os poucos sobreviventes e hj tem Israel um estado forte, uma potencia militar e seu povo enfim reunidos. Ai vem essa declaração infeliz do chanceler soviético, tentado colar a pecha que Hitler tinha sangue judeu.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.