Itália prolonga suspensão de voos do Brasil e reabre bares

Autoridades querem tentar evitar a chegada da nova variante do coronavírus encontrada no Amazonas
-Publicidade-
Bandeira da Itália hasteada
Bandeira da Itália hasteada | Foto: Julia Casado/Pixabay

O ministro da Saúde italiano, Roberto Speranza, anunciou pelas redes sociais neste sábado, 30, que suspenderá por mais 15 dias os voos vindos do Brasil para tentar evitar a chegada da nova variante do coronavírus encontrada no Amazonas.

Também fica proibida a entrada de todas as pessoas que estiveram no Brasil nos últimos dias 14 dias.

Leia mais: “Acusado de corrupção, ex-banqueiro é executado na China”

-Publicidade-

Na sexta-feira 29, a Itália decidiu diminuir as restrições em algumas regiões. A maior parte do país estará no nível amarelo, que permite a abertura de bares, cafés e restaurantes durante o dia e flexibiliza a circulação de pessoas entre as regiões.

Segundo o portal RFI, os museus também podem reabrir, mas apenas durante a semana.

Na terça-feira 26, o primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, renunciou ao cargo. Até um acordo político, ele segue governando apenas questões administrativas.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.