Opositor ao regime de Maduro deixa a Venezuela

Leopoldo López estava desde abril na Embaixada da Espanha em Caracas
-Publicidade-
Leopoldo López deixa a Venezuela | Foto: reprodução/Twitter
Leopoldo López deixa a Venezuela | Foto: reprodução/Twitter | leopoldo lópez - venzuela - espanha

Leopoldo López estava desde abril na Embaixada da Espanha em Caracas

leopoldo lópez - venzuela - espanha
Leopoldo López deixa a Venezuela | Foto: reprodução/Twitter
-Publicidade-

Um dos opositores de Nicolás Maduro não está mais na Venezuela. Depois de permanecer por mais de um ano na Embaixada da Espanha em Caracas, e com status de refugiado, Leopoldo López deixou o país neste fim de semana, informa a agência de notícias AFP.

Leia mais: “Fiuza: ONU levou 10 anos para descobrir que a Venezuela é uma ditadura”

Pai do opositor de Maduro, Leopoldo Lopez Gil confirmou a ação. A agências internacionais, ele anunciou que o seu filho “deixou a Embaixada [espanhola] por vontade própria e saiu secretamente da Venezuela”. Gil e outros familiares de López, como a esposa Lilian Tintori, vivem em Madri. Além disso, Gil cumpre mandato como eurodeputado. A expectativa é que López se junte à família na Espanha.

A movimentação de López encerra a luta que ele travou diretamente da Venezuela contra o regime bolivariano. No papel de opositor, ele chegou a ficar cerca de três anos preso. Detenção que ocorreu em 2014, após participar de protestos contra o governo. Só deixou a cadeia em 2017, quando foi posto em prisão domiciliar.

“Novo terreno de luta”

Em seu perfil no Twitter, Leopoldo López afirmou que seguirá seu trabalho contra Maduro “a partir deste novo terreno de luta”. Reforçou o apoio a Juan Guaidó, presidente nacional da Assembleia Nacional da Venezuela e que chegou a ser reconhecido pelo Brasil e outros países como o mandatário de facto do país sul-americano. Por fim, afirmou que seguirá com o objetivo de levar “liberdade” ao povo local.

Como sempre, desde as ruas com o povo, ou em uma prisão militar, de um tribunal injusto ou perseguidos em uma Embaixada, todo nosso tempo e energia serão para ser úteis ao povo venezuelano na conquista de sua liberdade.

A partir deste novo terreno de luta, continuaremos a cumprir infalivelmente as responsabilidades atribuídas como comissários do Centro de Governo do Governo Provisório da Venezuela.

Sob a liderança do Presidente Juan Guaidó e em coordenação com a Assembleia Nacional, a unidade democrática e os aliados internacionais de nossa luta, temos certeza de que a Venezuela será livre e democrática

Venezuelanos, esta decisão não foi fácil, mas tenham a certeza de que têm este servidor para lutar de qualquer espaço. Não descansaremos e seguiremos trabalhando dia e noite para conquistar a liberdade que todos os venezuelanos merecem.

Nos próximos dias ampliaremos detalhadamente as ações que nos propomos a realizar em prol da liberdade de nosso povo.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site