Maduro critica os EUA: ‘Aqui, o resultado sai na mesma noite’

Países democráticos acusam o ditador da Venezuela de tentar perpetuar-se no poder
-Publicidade-
O ditador da Venezuela, Nicolás Maduro | Foto: FABIO RODRIGUES POZZEBOM/AGÊNCIA BRASIL
O ditador da Venezuela, Nicolás Maduro | Foto: FABIO RODRIGUES POZZEBOM/AGÊNCIA BRASIL | O ditador da Venezuela, Nicolás Maduro | Foto: FABIO RODRIGUES POZZEBOM/AGÊNCIA BRASIL

Países democráticos acusam o ditador da Venezuela de tentar perpetuar-se no poder

maduro
O ditador da Venezuela, Nicolás Maduro | Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
-Publicidade-

O ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, reapareceu para criticar a morosidade do sistema eleitoral dos Estados Unidos. Conforme ele, na Venezuela, o resultado das urnas “sai na mesma noite”. “[Com o sistema eleitoral venezuelano, o resultado sai] na mesma noite, não se passam horas ou dias. Não há especulação. O mesmo acontecerá nas eleições presidenciais e do dia 6 de dezembro também”, acrescentou, ao garantir que reconhecerá os parlamentares “escolhidos pelo povo” nesta sexta-feira, 6. Maduro trava uma disputa feroz com o presidente interino, Juan Guaidó, reconhecido por mais de 50 países como o verdadeiro líder da Venezuela. Nações democráticas pedem a saída de Maduro e acusam o ditador de mudar as regras do jogo para perpetuar-se no poder.

Leia também: “Funcionário dos ‘Correios dos EUA’ é preso por irregularidades”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

9 comments

  1. A maior economia do Mundo, certamente não dará ouvidos a um ditador que destruiu a economia de seu País , expondo os cidadãos a uma situação de carência e pobreza. É a Esquerda, sempre fazendo gols contra.

  2. Devia decepar a cabeça desse desgraçado! Não há mal que dure pra sempre! O destino desse já tá traçado! É só questão de quando! Com tiranos e genocidas, só com bala na fuça! Não são seres humanos!

    Em 1967 quando o mercenário polonês Rafal Ganowicz foi questionado como ele se sentia em matar um ser humano, ele respondeu : ”Eu não sei, eu apenas matei comunistas.”

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site