Maduro e Putin falam por telefone e tratam de fortalecer laços

Ditador da Venezuela criticou 'atividades desestabilizadoras dos EUA'
-Publicidade-
O ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, e o presidente da Rússia, Vladimir Putin | Foto: Reprodução/Twitter
O ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, e o presidente da Rússia, Vladimir Putin | Foto: Reprodução/Twitter

O ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, e o presidente da Rússia, Vladimir Putin, discutiram o fortalecimento de suas relações em uma conversa por telefone nesta terça-feira, 1º. É o que informou a agência de notícias Interfax.

Conforme a reportagem, Maduro reiterou votos de solidariedade a Putin em meio ao conflito entre Rússia e Ucrânia. Na semana passada, a Venezuela formalizou apoio ao presidente russo tão logo começou a crise entre os países.

“Nicolás Maduro expressou seu firme apoio às ações decisivas da Rússia e condenou as atividades desestabilizadoras dos Estados Unidos e da Otan”, informou uma nota emitida pelo Kremlin, sobre o diálogo entre os líderes.

-Publicidade-

Maduro ressaltou ainda “a importância de combater a campanha de mentiras e de desinformação lançada pelos países ocidentais”. Putin agradeceu e disse que está apenas protegendo regiões separatistas na Ucrânia.

Putin afirmou a Maduro que quer “desnazificar” e “desmilitarizar” a Ucrânia. Segundo o Kremlin, os dois mandatários ainda discutiram assuntos sobre a parceria estratégica bilateral e a implementação de projetos conjuntos.

Leia também: “A Ucrânia balança o mundo”, reportagem publicada na Edição 101 da Revista Oeste

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.