-Publicidade-

Material ‘altamente explosivo’ provocou acidente no Líbano

Objetos estavam confiscados pelo governo, afirma diretor geral de Segurança do país
Beirute em chamas | Foto: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM
Beirute em chamas | Foto: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM | beirute - explosivos - explosão no líbano

Objetos estavam confiscados pelo governo, afirma diretor-geral de Segurança do país

beirute - explosivos
Beirute em chamas | Foto: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Diferentemente da informação divulgada mais cedo, fogos de artifício não foram responsáveis pelo acidente ocorrido na região portuária de Beirute, capital e maior cidade do Líbano. De acordo com o diretor-geral de Segurança do país do Oriente Médio, Abbas Ibrahim, seria “ingênuo” acreditar nessa versão.

Leia mais: “Imagens registram explosão no Líbano”

Conforme o representante do governo libanês divulgou em entrevista à emissora de TV CNN, “material altamente explosivo” foi responsável pelo acidente. Trata-se de objetos que, segundo Ibrahim, estavam confiscados pelo governo local. O diretor de Segurança, entretanto, não deu mais detalhes sobre o caso. Não explicou o que teria provocado a explosão desses objetos. Também não comentou a respeito das medidas que serão tomadas pelo Líbano diante dessa situação.

Além de declarações de autoridades e cobertura realizada por veículos de comunicação, a explosão em Beirute tem sido assunto entre internautas nas redes sociais. No Instagram, por exemplo, fotos e vídeos estão sendo postados desde o início da tarde. Usuários da plataforma divulgam como ficou a cidade por causa dos “material altamente explosivo”. Há registros dos escombros e de pessoas sendo atendidas no meio da rua.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês