Morre David Sassoli, presidente do Parlamento Europeu, aos 65 anos

Ele estava internado em um hospital italiano desde o dia 26 de dezembro
-Publicidade-
David Sassoli, presidente do Parlamento Europeu, morreu, aos 65 anos
David Sassoli, presidente do Parlamento Europeu, morreu, aos 65 anos | Foto: Reprodução/Redes sociais

O presidente do Parlamento Europeu, David Sassoli, morreu nesta terça-feira, 11, aos 65 anos. A informação foi divulgada por seu porta-voz, Roberto Cuillo.

Sassoli estava internado em um hospital italiano desde o dia 26 de dezembro. Ele era jornalista e presidia o Parlamento desde 2019.

De acordo com informações de seu gabinete, Sassoli vinha enfrentando uma “séria complicação” em seu sistema imunológico. Não foram divulgados maiores detalhes.

-Publicidade-

Em seu discurso inaugural como presidente do Parlamento Europeu, em 2019, o italiano defendeu a ideia de que a sociedade combatesse o “vírus” do nacionalismo e dos extremismos na política. Ele também cobrou mudanças nas regras estabelecidas pela União Europeia sobre migração.

O mandato de David Sassoli no comando do órgão se encerraria neste mês.

Em homenagem ao ex-presidente, a sede do Parlamento Europeu colocou a bandeira da União Europeia a meio mastro.

A morte de Sassoli repercutiu nas redes sociais e levou a diversas manifestações de autoridades na Europa. Uma delas é a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, que classificou o colega como um homem de “fortes convicções”.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

6 comentários Ver comentários

  1. uma “séria complicação” em seu sistema imunológico = doença auto-imune causada pela criminosa “vacina” mRNA “contra” Covid.

  2. Muito provavelmente faleceu em decorrência de efeitos colaterais da vacina.
    Mas Bill Gates e Tony Falci jamais deixarão publicar isto.

  3. “De acordo com informações de seu gabinete, Sassoli vinha enfrentando uma “séria complicação” em seu sistema imunológico. Não foram divulgados maiores detalhes.” Sei, em outras palavras, morreu em decorrência efeitos colaterais da “vacina”.

    1. Também acho mas jamais dirão isso. Enfim, um globalista de “fortes convicções” a menos a tal ponto de defender que a sociedade combatesse o “vírus” do nacionalismo e dos extremismos na política. Agora vá para o inferno, infeliz. Será esquecido muito em breve.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.