Mulheres não são vítimas da menopausa, diz colunista

Segundo Joanna Williams, em artigo publicado na Edição 125 da Revista Oeste, transformar a menopausa em uma característica a ser protegida é um insulto às mulheres
-Publicidade-
As mulheres não são vítimas da menopausa, segundo Joanna Williams
As mulheres não são vítimas da menopausa, segundo Joanna Williams | Foto: Reprodução

Em artigo publicado na Edição 125 da Revista Oeste, Joanna Williams argumenta que retratar as mulheres como figuras chorosas, trêmulas e lamuriosas é um desserviço às próprias mulheres no mercado de trabalho.

Leia um trecho

“Na semana passada, a Sociedade Britânica de Psicologia solicitou que ‘classe social’ fosse transformada em uma característica legalmente protegida. Nesta semana, os membros do Parlamento querem que a menopausa seja protegida e que os empregadores façam ‘ajustes razoáveis’ para acomodar as necessidades específicas das mulheres na menopausa. Parece não haver nenhuma questão — biológica, cultural ou política — que não seja considerada solucionável por ainda mais leis equalitárias.

-Publicidade-

Seus defensores destacam o fato de que a gravidez é uma característica legalmente protegida e argumentam que incluir a menopausa no Equality Act 2010 é uma extensão óbvia. Mas existem algumas diferenças importantes. Nem todas as mulheres engravidam, mas as que o fazem sofrem um enorme impacto em sua capacidade de trabalhar — ainda que num período curto antes e depois do parto. A licença-maternidade e o direito de ir a consultas médicas durante a gestação e evitar tarefas de risco foram vitórias legais difíceis e importantes. Mas a menopausa não é a mesma coisa que uma gravidez. Ela costuma durar muito mais que nove meses e afeta as mulheres de diferentes maneiras. Em vez de ser um evento definidor, a menopausa é um estágio de vida mais vago.”

Gostou? Dê uma olhada no conteúdo abaixo.

Revista Oeste

A Edição 125 da Revista Oeste vai além do texto de Joanna Williams. A publicação digital conta com reportagens especiais e artigos de Bruno Freitas, Flavio Morgenstern e Iara Lemos, J.R. Guzzo, Augusto Nunes, Rodrigo Constantino, Guilherme Fiuza, Ana Paula Henkel, Roberto Motta, Salim Mattar, Silvio Navarro, Edilson Salgueiro, Evaristo de Miranda, Bruno Meyer, Dagomir Marquezi e Diego Pessi.

Startup de jornalismo on-line, a Revista Oeste está no ar desde março de 2020. Sem aceitar anúncios de órgãos públicos, o projeto é financiado diretamente por seus assinantes. Para fazer parte da comunidade que apoia a publicação digital que defende a liberdade e o liberalismo econômico, basta clicar aqui, escolher o plano e seguir os passos indicados.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.